Domingo, 11 de Maio de 2008

Sinteses Finais

Sintese do Diagnóstico

 


Temas

Locais estudados
Importância dos estudos para Cascais como uma cidade criativa

CULTURAL
Casa Seixas, Forte velho do guincho, Marégrafo de Cascais, CCC, Casa Santa Marta, Farol-Museu Santa Marta, Farol da Guia, Biblioteca Municipal de Cascais, etc.
O estudo cultural teve grande importância, pois todas as vilas têm a sua essência cultural, o que contribui para a atracção de mais população e de mais visitantes.
ECONÓMICO

Hotéis (Forte do Muchaxo, Vila Galé Village Cascais, Grande Real Vila Itália, Quinta da Marinha Resort,etc.); Restaurantes (Marina de Cascais, Gordinni, Os Prazeres da carne, O Poeta, João Padeiro,etc.)
A vila sempre foi considerada um forte centro de turismo, o que dá origem à existência de variados factores envolventes neste tema, como hotéis e restauração.
NATURAL

Praias (Guincho, Cresmina, Abano, Pescadores, Conceição, Duquesa e Moitas); Parques (Parque natural Sintra-Cascais, Casa da Guia, Jardim Visconde da Luz, Parque Marechal Carmona, etc.)

Espaços verdes são sempre necessários para que uma vila se torne bonita e interessante de se visitar. A natureza é algo que se deve valorizar em qualquer cidade/vila, pois engloba o espaço colectivo de uma cidade evoluída, mas sempre amante do espaço natural.
URBANO

Ciclovia; Condominios (Quinta da Marinha, Costa da Guia); Casas típicas; Antiga Praça de Touros.
A urbanização de Cascais é de grande qualidade tão estrutural como visual. Tem contribuído para a movimentação de população das grandes cidades para a vila, sendo esta perto e de fácil acesso. Demos alguns exemplos destes espaços urbanos para mostrar a sua variedade e beleza.
EQUIPAMENTOS SOCIAIS

Hospital, Escolas, Estação de comboios de Cascais, Buscas e Bicas.
Exemplos dados pelo grupo deste tema foram, as escolas, os hospitais, e os transportes públicos. Todos estes componentes contribuem para a educação, saúde e movimentação da população Cascaense. Falámos de escolas existentes, das quais algumas são de forte pendor educativo contribuindo para que a educação da população jovem seja boa e criativa. Referimos a construção do novo Hospital com uma melhor acessibilidade e melhores estabelecimentos dando origem a um equipamento completamente novo, com uma nova perspectiva e um melhor começo.

OBSERVAÇOES
Golfinhos e Cascais saudável.
Acrescentámos certos acontecimentos que ajudaram para a caracterização da vila como divertida e inovadora.

 

Sintese de Objectivos

 

 
Objectivos
Conclusão do grupo quanto a execução dos objectivos
1
Diagnostico da vila
Tentámos da melhor maneira conseguir o total diagnóstico da vila. Estudámos o seu conteúdo em termos naturais, culturais, urbanos, económicos e sociais. Este estudo contribui para a evolução de Cascais como uma cidade criativa.
2
Valorização da vila através do estudo do seu diagnóstico
Ponto de grande importância para o grupo, pois era o objectivos gerais que tínhamos em mente. Cascais tem fortes pilares para se tornar numa cidade e tem tendência para se tornar numa cidade ainda mais criativa, nos próximos 15 anos.  
3
Procura de pontos negativos existentes na composição de Cascais
Na realização deste objectivo o grupo deparou-se com alguns obstáculos pois a vila não contem muitos problemas. No entanto, tentámos procurar factores, que através da sua inovação, contribuem para a nomeação de Cascais como criativo.
4
Procura de soluções para os problemas colocados no 3º objectivo
Devido á escassez de pontos negativos no conteúdo da vila, o grupo tentou da melhor forma chamar a atenção da Câmara Municipal de Cascais para que se faça algo em relação aos problemas referidos.

publicado por projectocascais às 14:18
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 2 de Maio de 2008

Cascais e a Segunrança - Entrevista

Entrevistado
Marco Silva
Agente da PSP, colocado na 50 Esquadra de Cascais
 
O grupo ProjectoCascais resolveu dar forte importância à segurança, como um factor de classificação da vila. Então com um conhecimento de um dos elementos do grupo, um agente da Policia de Segurança Pública disponibilizou-se para responder às nossas questões.
 
Primeiramente, gostaríamos de saber o que acha de Cascais.
É uma vila simpática. Vivo cá há uns anos e nunca tive razão de queixa. No entanto, comecei a trabalhar na esquadra de Cascais há relativamente pouco tempo, mesmo assim vou dar o meu melhor para responder às vossas questões.
O que acha da segurança em Cascais?
Resumidamente, acho que é segura. (risos) Os acontecimentos criminais em Cascais não constituem um carácter muito grave. Sendo uma zona de habitação e turismo não acho que haja motivos para que seja um local perigoso, como as grandes cidades. Mas claro que tem as suas falhas.
Quais as ilegalidades mais comuns? E quando é que acontecem com mais frequência? 
As ilegalidades que mais presenciei desde que cá estou foram geralmente relacionadas com o trânsito, por exemplo existem muitas pessoas que conduzem a falar ao telemóvel ou sem cinto. Existem também muitos casos de furtos interiores de viaturas e habitações, e já encontrei alguns casos de violência doméstica.
No Verão é quando existe um maior número de ilegalidades e crimes. As pessoas vão de férias e os assaltantes aproveitam-se mais desse facto para assaltarem um maior número de habitações, com a utilização das praias e parques a circulação de viaturas aumenta e com ela a probabilidade de serem assaltadas, e a existência de mais turistas no Verão dá origem aos carteiristas.
Em que locais estas ilegalidades são mais comuns?
As relacionadas com o trânsito acontecem mais no centro de Cascais e na avenida 25 de Abril. Os furtos realizam-se nas zonas de Habitação, como a Aldeia de Juso, Charneca… Em relação à violência, penso que à uma grande variedade de locais, não existe nenhum especifico.
Como policia, sente-se seguro?
Nunca nos podemos sentir 100% seguros, há sempre perigo. As pessoas e as situações são imprevisíveis, o mais importante é estar atento e pronto para tudo.
Qual o episodio que mais lhe chocou?
Para ser sincero, ainda nada me chocou. Na minha opinião Cascais é calmo, mas nunca se sabe.
Qual a idade da pessoa mais nova que deteu, e porquê?
Foi um miúdo de 18 anos que realizou um furto de uma viatura.
E a mais velha?
Tinha por volta de 45 anos, e foi detido por posse de droga, mais especificamente Haxixe.
Os recursos dos polícias são bons na esquadra?
Não, a esquadra é antiga e não tem boas condições. Espero ainda este ano que mudemos para a nova que está há algum tempo a ser construída. Vamos ver…
Existem muitos casos relacionados com a droga e o álcool?
Especificamente no meu caso, apanhei mais situações relacionadas com a droga. Penso que seja devido ao facto de eu pessoalmente não participar muito em operações “stop”, visto ser onde se encontram mais pessoas alcoolizadas. Mas acredito que existam igualmente muitos casos relacionados com o álcool.
Se pudesse fazer algo para melhorar a segurança, o que faria?
Colocaria o policiamento de proximidade nos locais mais críticos, onde supostamente ocorrem mais ilegalidades.
Acha que a segurança contribui para a valorização da vila como uma cidade criativa?
Claro que sim, a segurança engloba muito a reputação das cidades e vilas. Quanto mais segura for a vila mais as pessoas se sentirão protegidas e mais população irá atrair. Assim poderão desfrutar de todos os outros factores que valorizam a vila, como o turismo e a cultura. 
 
A nosso ver o Sr. Agente deu-nos uma grande ajuda, e permitiu-nos ficar a conhecer certos factores da nossa vila que desconheciamos.
Um grande obrigado ao Sr. Agente Marco, por se ter disponibilizado a responder às nossas perguntas.
 
Projecto Cascais
    
 
publicado por projectocascais às 13:17
link do post | comentar | favorito
Domingo, 13 de Abril de 2008

O que se passa no Parque Marechal Carmona!?

 

 

Supostamente... uma fonte!

 

 

 

Um suposto “lago” que no passado tinha peixes e patos.

 

 

Procurando solução!

 

    Pois bem, nós estamos a procurar uma solução para o parque Marechal Carmona. Não só porque pensamos estar mal cuidado, como pouco apelativo e consecutivamente algo “deserto”. No entanto, ao visitar o parque qualquer pessoa consegue perceber (apesar de mal tratado) que é um parque muito bonito e dotado de um grande potencial. Mais, este património natural já foi tudo o que nós queremos que volte a ser. Há alguns anos, este parque era recheado de actividades, cuidado e em tudo apelativo. Digamos que atraía dos “8 aos 80” (anos) e era um espaço que fazia as delicias de muitos. Pois bem, hoje em dia, como já demos a entender, houve algum desmazelamento perante o parque.

    Uma coisa é certa, nós estamos a procurar informações para que possamos no mínimo compreender a situação actual do parque.

    O grupo pensa ainda, propor projectos para melhorar o parque e como que fazê-lo “renascer” apenas melhorando substancialmente o seu enorme potencial.

publicado por projectocascais às 23:02
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 3 de Abril de 2008

Desigualdades Sociais

Sendo as desigualdades económicas e sociais uma realidade presente em todo o mundo, Cascais não é excepção, por detrás da aparente riqueza desta vila, mais concretamente das pessoas que nela habitam, temos pessoas que vivem em condições miseráveis. A nossa região é conhecida por ser a zona rica, o refúgio dos famosos, e quem aqui não vive, menciona os habitantes como: “as tias e os tios de cascais”. Mas é certo que não é bem assim. Na verdade esta vila apresenta uma dualidade impressionante, ora avistamos carros de poderosa cilindrada ora mendigos que trazem consigo os seus míseros bens.

 



Umas das zonas com maior qualidade de vida é a Quinta da Marinha, em 1921, Carlos Montez Champalimaud, comprou os 900 hectares da área da Quinta da Marinha ao Conde de Moser e deu início ao trabalho de fixação das areias e de plantação dos pinheiros que protegem a área dos ventos do Guincho. Carlos Montez Champalimaud morreria em 1936 e a disputa entre os herdeiros atrasou o desenvolvimento da Quinta, e apenas em 1976 é que se deu a partilha definitiva, tendo a quinta ficado dividida em quatro áreas: Abano, Raso, Euronova e Guia. Assim sendo, ao longo dos anos a Quinta da Marinha foi-se desenvolvendo e o espaço para construção de vivendas hoje em dia é praticamente inexistente.
Adoptou a ideia de “Quinta Privada”, conceito que se baseia na preservação da qualidade de vida tradicional.
Viver na zona da Quinta da Marinha, é uma garantia de qualidade única na Europa. Ter o Atlântico à porta, com casas protegidas do sol quente por muros de vegetação e rodeadas de pinheiros mansos não está ao alcance da maior parte dos cidadãos. Aqui respira-se qualidade de vida!













Por todos estes motivos muitos “famosos” decidem obter casa ou já viveram em Cascais, como por exemplo, Alexandra Lencastre, Luís Filipe Scolari, Ricardo Carriço, Pinto Balsemão, Álvaro Barreto, Marina Mota, Manuel Damásio, Carlos Monjardino, Carlos Cruz, Luciana Abreu, Maurice Reynauld, José Germano de Sousa, José Manuel de Mello, entre outros.


Como já tínhamos referido, e apesar de ser em menor escala, na vila também existe população com recursos económicos reduzidos, daí que a câmara tenha construído bairros sociais, como o Bairro da Cruz Vermelha, o Bairro da Torre, ou o "Bairro de Hollywood", ficando conhecido desta forma.
A Torre é um dos primeiros bairros de carácter social construídos no concelho de Cascais
, e os que aí moram, cada um à sua maneira, levam uma vida precária, pois nestes locais os residentes vivem em casas degradadas e reina a insegurança (devido aos roubos, ao tráfico e consumo de drogas, e situações de violência).

É impressionante como mesmo ao lado de vivendas ou condomínios possam estar inseridas populações sem qualquer nível e qualidade de vida, as autarquias em geral tendem a construir vários prédios contíguos para realojar as pessoas com menos posse económica, o que faz com que estes  residentes fiquem limitados ao local onde vivem, o “bairro”, pois não se conseguem incluir com a restante sociedade. Desta forma é mais fácil praticar a delinquência e criminalidade. Quanto à pobreza não há muitas soluções para isso, cada um é responsável pela sua própria produção e pelo seu próprio consumo de riquezas, mas para que a diferença social não se faça sentir de forma tão clara, julgamos que seria bom a Câmara de Cascais, futuramente actuar de outro modo, como dispersar o que actualmente se encontra concentrado num só ponto (o bairro), ou seja, fazer com que famílias se integrassem em habitações espalhadas pela vila, isto porque os comportamentos desviantes que acontecessem nestas zonas são potenciados pelo factor grupo. Se ele deixasse de existir, diminuiriam os conflitos, e pelo menos um factor negativo desta desigualdade desapareceria…a insegurança!

publicado por projectocascais às 23:04
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2008

Estoril Sol Residence

Se o argumento para se demolir o velho Estoril-Sol foi que era um mamarracho, e isso é discutível, a verdade é que o novo complexo habitacional que se desenha para o substituir tem uma aparência agressiva, e desenquadrada da Marginal e da entrada principal de Cascais.

 

Em seguida apresentamos um vídeo para que conheçam um pouco melhor este projecto.  Continuaremos a falar e a dar pormenores sobre este projecto.

 
 
 

A demolição do hotel foi realizada depois do projecto que a sociedade para o local estar aprovado e licenciado. Trata-se de um anteprojecto da autoria de Gonçalo Byrne que contempla um edifício de habitação, comércio e serviços composto por “três torres de vidro".

ANTES


DEPOIS

 


O projecto foi definido pelo seu próprio autor (Gonçalo Byerne ) como «uma escultura híbrida, uma consola balançada que assume a geografia do vale, que não é nem torre, nem prédio, nem construção horizontal».

Em seguida apresentamos algumas perguntas com a intenção de desencadear reacções que permitam um estudo mais aprofundado sobre os prós e os contras deste novo projecto na avenida marginal.

 

Já se deram conta do novo projecto?
Do seu impacto visual?
Da sua inadequação à Marginal, às vistas desde o mar?
Da alteração no «sky line» de Cascais?
Do encargo que deixam às futuras gerações, que o irão demolir inexoravelmente, tal como está a ser demolido o antigo Estoril-Sol?

 

O projecto é polémico há muito tempo – por causa da demolição do Hotel Estoril-Sol, por causa do desenho de Gonçalo Byrne – e só assim se entende que a apresentação de um processo iniciado há quatro anos tenha deixado o auditório da Ordem dos Arquitectos, com cerca de 150 pessoas, com muita vontade de participar e pôr questões.

publicado por projectocascais às 11:41
link do post | comentar | favorito
Domingo, 17 de Fevereiro de 2008

Cascais eleita a melhor vila de Portugal, no âmbito da Mobilidade Europeia

Em 2007, o júri da Comissão Europeia da Mobilidade considerou Cascais como um exemplo a nível nacional, pela distinção baseada no conjunto de actividades promovidas e medidas implementadas pelo Município de cascais.
Esta comissão enaltece o esforço realizado pela autarquia em dotar a vila de alternativas aos transportes poluentes, salientando como mais valias a ciclovia.

De 16 a 22 de Setembro de 2006, Cascais foi palco da iniciativa de despertar consciência à recuperação ambiental das cidades, e a  mobilidade nos centros urbanos, criando zonas sem tráfego Automóvel, e convidando, deste modo, os munícipes a usufruir do espaço público.


Cascais dispôs-se assim a alertar os cidadãos para a questão ambiental e proporcionando ao mesmo tempo locais adequados a dias saudáveis.




publicado por projectocascais às 17:36
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008

Gostaria de visitar esta lindissima vila?

 Se ao vislumbrar o nosso blog, ficou entusiasmado em conhecer e visitar esta vila, então é muito fácil chegar até cascais e para isso vamos lhe dar os passos certos para nos visitar, se instalar e conhecer os melhores recantos da região.

Como chegar:

O Concelho de Cascais encontra-se situado ao Oceano Atlântico e com proximidade à capital, Lisboa, permite a quem nos visita usufruir de modernas acessibilidades e infra-estruturas.
Para quem vem de Lisboa, se optar pela via rodoviária, poderá utilizar uma auto-estrada directa, moderna (A5), ou desfrutar duma paisagem lindíssima, utilizando a Estrada Marginal (EN 6), percurso único em beleza natural, que lhe proporcionará momentos inesquecíveis.
Caso viaje em transportes públicos, encontrará uma rede abrangente de percursos, que permitirá ao utilizador uma viagem cómoda e rápida, quer viaje de autocarro ou de comboio.
Viajando de Comboio, poderá vislumbrar desde o estuário do Tejo, com os seus ambientes bucólicos e nostálgicos, e apreciar a paisagem marítima única desta região, com as lindíssimas praias de areia branca da costa do Estoril.

Onde ficar:

Dotado de uma situação geográfica privilegiada, aliada à tradição de receber visitantes de forma cativante e hospitaleira faz com que o Concelho de Cascais reúna magnificas condições para lhe proporcionar uma estadia inesquecível.
Apresentando um parque hoteleiro vasto, diversificado e bem equipado, capaz de satisfazer todas as exigências e necessidades do visitante, quer a nível de negócios ou de lazer, irá usufruir de excelentes condições de alojamento

Se é adepto da natureza, poderá desfrutar da magnífica paisagem Natural de Cascais, instalando-se no parque de campismo da Areia, a
1.000 m da famosa praia do Guincho.
Para mais informações, consulte:
A barra lateral do blog,é só carregar em potencial económico e irá encontrar todos os locais possíveis para se instalar.


Refeição:

Com o mar aos pés, os nossos restaurantes primam pela qualidade e bom gosto, locais de requinte onde se sentirá em casa.
A oferta é muito variada, adequando-se a todos os gostos e possibilidades económicas.
Haverá sempre um restaurante adequado para si, onde poderá apreciar a gastronomia regional e internacional, de irrepreensível qualidade, com destaque para os pratos de marisco e peixe fresco.
De todos os restaurantes do Concelho, destacamos os seguintes:
- Restaurante "Poeta", situado no Largo de Camões.
- Restaurante Luculus,
- Restaurante Palm tree, também se situa na praça Largo de Camões.

(Temos mais informações na nossa barra lateral, em potencial económico).


O que fazer:

Tarefa difícil será apresentar todas as potencialidades que Cascais apresenta nesta matéria. Desde as praias convidativas à prática de desportos náuticos, ao seu riquíssimo património histórico / cultural, à paisagem majestosa do parque natural Sintra - Cascais, à azafama das noites que se tornam inesquecíveis, muitas são as opções e oportunidades de divertimento e lazer no Concelho.
 
Neste contexto destacamos:
Praias

Os cerca de
15 Km de extensão de praias e o clima ameno que se faz sentir durante todo o ano, faz da vila um excelente local para a prática de desportos náuticos e convida o turista a gozar alguns momentos à beira mar.
Ao chegar ao Estoril, estância caracterizada por uma atmosfera cosmopolita e sofisticada, destaca-se a Praia do Tamariz, praia situada no enfiamento da Alameda do Casino, ladeada por magníficos Palacetes.
Em Cascais, sede do Concelho, antiga e pitoresca vila de pescadores, com as suas pequenas praias urbanas poderá apreciar o movimento característico dos barcos de pescadores e das gaivotas que os rodeiam, promissoras de um bom dia de faina.
No limiar do Concelho e emoldurada pela belíssima paisagem do parque Natural Sintra - Cascais, encontram-se as praias mais ocidentais do concelho, sendo de destacar a Praia do Guincho. Trata-se de uma praia enorme e ampla caracterizada pelas épocas com fortes ventos vindos de oeste, razão pela qual constitui um dos cenários dos campeonatos da Europa de Windsurf.




Passeios

Poderá apreciar toda a beleza da orla costeira desfrutando de um passeio à "beira mar" ao longo do "paredão", percurso pedestre de aproximadamente 3 km de extensão.
Se preferir um passeio de bicicleta, terá à sua disposição as famosas "Bicas", cedidas pela Câmara Municipal, e utilizar a ciclovia que se estende da Marina de Cascais até ao Guincho, (para mais informação, aceder a potencial urbano). Ao longo deste passeio, de onde se vislumbra o ponto mais ocidental da Europa, poderá ainda visitar a Boca do Inferno caracterizada pela sua imensa caverna aberta em terrenos com cerca de 150 milhões de anos, o Forte S. Jorge de Oitavos e o Farol da Guia.
 Se é adepto de zonas urbanas e comerciais não deixe de visitar o centro histórico de Cascais caracterizado pelas suas ruelas típicas e pitorescas. Do Largo 5 de Outubro, onde se encontra o antigo palácio dos Condes da Guarda hoje edifício dos Paços do Concelho, poderá admirar e apreciar a beleza da Baía de Cascais, ou iniciar um passeio até à marina passando pela Cidadela e pelo Centro Cultural.

Desporto

A proximidade do mar e da montanha e o clima ameno que se faz sentir quase todo o ano, favorece a prática dos mais variados desportos. De destacar os desportos Náutica, o Golf, o ténis e o hipismo. Para os adeptos dos desportos motorizados o Autódromo do Estoril proporciona-lhe a possibilidade de assistir a diversas competições de automobilismo e motociclismo.



Diversão nocturna

Desde discotecas a bares com música ao vivo, ou uma esplanada ao ar livre, a escolha é sua.
A atmosfera é sempre descontraída e são muitas as oportunidades de desfrutar de momentos agradáveis, seja qual for a sua escolha. Poderá se dirigir á Marina de Cascais onde encontrará variados bares, á discoteca coconuts, ou ao casino, etc.  

http://www.nuts-club.com/
publicado por projectocascais às 15:13
link do post | comentar | favorito

Estatísticas

O dia 14 de Janeiro estava destinado a ser o dia das entrevistas... Queriamos entrevistar um número elevado de pessoas, com perguntas de resposta rápida, para que pudessemos fazer algumas estatísticas. Já com as perguntas feitas, dirijimo-nos ao centro da vila, a fim de as realizar. Entrevistamos um número razoável de pessoas, muitas das quais foram muito divertidas, e outras nem tanto.

Em algumas perguntas estabelecemos um método, que consistiu em fazer as estatísticas das 5 respostas mais dadas. Apresentamos então, os gráficos realizados:  

 

  

 

 

E estas são as estísticas que conseguimos estabelecer. Maior parte das pessoas que entrevistamos, eram pessoas que passavam na rua e nos davam a devida atenção. Mas conseguimos também falar com alguns comerciantes que se disponibilizaram a responder às nossas perguntas. Foi um dia engraçado...

publicado por projectocascais às 15:06
link do post | comentar | favorito
Sábado, 22 de Dezembro de 2007

Iluminação de Natal



No passado dia 20 de dezembro o grupo dirigiu-se ao centro da sua vila que, assim como muitos locais de Portugal, foi palco da criatividade da câmara (de Cascais) que nos proporcionou uma enorme variedade de efeites de natal agradáveis.
Aproveitamos isto para desejar um feliz natal e um próspero ano novo!
publicado por projectocascais às 11:06
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 26 de Novembro de 2007

Uma volta interessante..

 

 

publicado por projectocascais às 22:48
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.Mais sobre nós

.pesquisar

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Sinteses Finais

. Cascais e a Segunrança - ...

. O que se passa no Parque ...

. Desigualdades Sociais

. Estoril Sol Residence

. Cascais eleita a melhor v...

. Gostaria de visitar esta ...

. Estatísticas

. Iluminação de Natal

. Uma volta interessante..

.Cascais e o/a:

.subscrever feeds